09 10 / 2013

No segundo que passou No segundo que virá Nada mais é igual Tudo mais passará Cada segundo que passa… Uma fonte nasce E outra escassa Cada segundo que passa Uma vida nasce E outra passa Somos instantes! […] Vinte, quarenta, sessenta Passa o tempo Mudam os semblantes Mas as dúvidas, os medos, Ainda são os mesmos Ainda somos os mesmos Somos apenas instantes! O tempo passa E a gente passa junto. Quem disse que se morre? Troca-se de mundo! Se nesse mundo somos instantes E aprendemos com a dor A morte é só uma passagem Para sermos eternos no amor! 
Alan Kramer

No segundo que passou
No segundo que virá
Nada mais é igual
Tudo mais passará
Cada segundo que passa
Uma fonte nasce
E outra escassa
Cada segundo que passa
Uma vida nasce
E outra passa
Somos instantes!

[…] Vinte, quarenta, sessenta
Passa o tempo
Mudam os semblantes
Mas as dúvidas, os medos,
Ainda são os mesmos
Ainda somos os mesmos
Somos apenas instantes!

O tempo passa
E a gente passa junto.
Quem disse que se morre?
Troca-se de mundo!
Se nesse mundo somos instantes
E aprendemos com a dor
A morte é só uma passagem
Para sermos eternos no amor!
 
Alan Kramer

  1. nothingthatswhatiam reblogou esta postagem de china-blue
  2. alguem-me-leu reblogou esta postagem de china-blue
  3. o-olhar-de-helena-blog reblogou esta postagem de eu-sem-poesia
  4. padawan-braid reblogou esta postagem de eu-sem-poesia
  5. china-blue reblogou esta postagem de eu-sem-poesia
  6. eu-sem-poesia reblogou esta postagem de melindros
  7. melindros publicou esta postagem